• Sarah

Feijoada (quase) completa

Me empolguei e esse fim de semana rolou uma feijoada (quase) completa. Queria poder vir aqui compartilhar mais sobre o passo a passo e o processo, mas já aviso: essa não é uma receita detalhada.



Me lembro da primeira vez que fiz feijão. Estava começando a morar sozinha, nunca tinha usado uma panela de pressão, mas fui e fiz mesmo assim, e até que deu certo. Pesquisei mil receitas, e foi bem difícil porque eu estava obcecada com a proporção de grão e água.


Quando a gente faz arroz, tem uma proporção que precisa ser respeitada. Pra arroz branco normalmente era uma xícara de arroz e duas de água. Mas pro feijão?


Pois é, descobri que não funciona assim 😅


Pra mim fazer feijão hoje em dia é me conectar com um fluxo de culinária intuitiva haha porque nunca uso medidas exatas. Vai tudo no olho mesmo. E espero que você possa viver uma experiência assim na sua casa, se decidir tentar.


Apesar disso tenho algumas bases para feijoada que são sagradas. É isso que vou compartilhar aqui hoje 🤗


Ah! Hoje em dia eu raramente uso panela de pressão, mas fique a vontade pra usar na sua casa. Ela vai cozinhar bem mais rápido do que a panela tradicional, que leva cerca de duas a 3 horas para chegar no ponto.



Como fazer feijoada (quase) completa


Ingredientes:

  • 500g de feijão de sua preferência (eu uso o que tenho em casa no momento, as vezes misturo vários tipos diferentes. Qualquer um vai funcionar).

  • 2 cebolas em cubos

  • 4 dentes de alho

  • 3 - 4 folhas de louro

  • Uma pitada de pimenta forte (uso dedo de moça, mas pode usar calabresa)

  • Cerca de 200g a 400g de carne (pode escolher o mix que preferir: linguiça, bacon, carne de sol, costelinha...)

  • Azeite para dourar

Como fazer:


Com dois dias de antecedência deixe o feijão de molho em água filtrada e troque a água pelo menos uma vez durante esse tempo. Sei que isso exige programação, mas é muito importante deixar o feijão de molho. Isso deixará ele mais saudável, ajudará a eliminar os gases e toxinas. Descarte a água e lave os grãos antes de cozinhar.


No dia da feijoada comece preparando as carnes. Corte a linguiça em rodelas, o bacon em cubos, a costela em ripas e a carne em cubos. Minha feijoada só tinha linguiça e carne de sol. Você pode adicionar o que desejar, ou, não adicionar. Lembre, isso é apenas uma base para você criar a sua própria receita.


IMPORTANTE: se estiver usando carne seca ou aquela costelinha defumada do mercado, você precisa ferver antes, para tirar o excesso de sal! Descarte toda água da fervura, ela estará com bastante gordura e muito salgada. Em seguida doure a carne.


Se estiver usando carne de sol apenas doure todos os lados dos pedaços direto na panela que irá cozinhar o feijão. Retire a carne, refogue as cebolas e adicione água para raspar bem o fundo.


Doure as linguiças e o bacon separadamente, ou, na mesma panela, mas descarte a gordura antes de seguir para o refogado de cebola.


Adicione o feijão, complete a panela com água até todos os grãos ficarem submersos. Volte para panela as carnes duras que foram douradas, como carne seca, carne de sol, costelinha. Cozinhe tudo junto até o feijão ficar macio.


Quando estiver quase pronto você pode juntar a linguiça dourada e o bacon. Não adicione eles no começo, com o cozimento eles vão desmanchar e possidentemente derreter, deixando o feijão muito gorduroso.


Conforme cozinha vá adicionando mais água quente na panela, se for necessário. Mexa de vez em quando para garantir que não está grudando no fundo. Se estiver é porque tem pouca água, é só adicionar mais.


Ah! Vale dizer: NÃO ADICIONE SAL! As carnes da feijoada são muito salgadas, e o liquido aumenta e diminui conforme você estará cozinhando. Ajuste o sal apenas no final, quando tudo estiver pronto.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo