• Sarah

Bolinho de chuva de banana

Minhas duas avós e minha tia Passinha faziam bolinho de chuva. Eu amava muito. Sempre era com banana, mas cada uma tinha uma mistura própria, sempre sem medidas e tudo de cabeça. O jeito que usavam a banana também mudava, uma era picada em pedaços grandes, outra amassava e encorporava na massa. As duas deliciosas.


Essa receita é a minha adaptação dessa memória.



Essa receita é:

Afetiva

Gostosa

Fácil

Frita

Poucos ingredientes



Como eu já falei por aqui antes, eu odeio fritura. Mas as vezes me bate um desejo fortíssimo de comer bolinho de chuva. Principalmente quando o tempo está feio, nublado e chuvoso 😅


Eu raramente faço, mas dessa vez o desejo se juntou com uma receita que uma colega compartilhou, e aí virou essa coisinha linda que compartilho aqui com você agora.


Como fazer bolinho de chuva de banana


Ingredientes:

  • 1 xícara de mix sem glúten

  • 3 bananas pequenas amassadas

  • 1/3 xícara de açúcar

  • 1/4 colher de chá de canela em pó

  • 1/3 xícara de água

  • 1 colher de sopa de fermento

  • 1 pitada de sal

Como fazer:


Amasse a banana e bata bem com o açúcar, a canela e o fermento. Adicione a farinha e, aos poucos, junte a água, até dar o ponto. Deve ficar uma massa firme, e que não escorre fácil. Lembrando massa de bolo.


Use duas colheres para modelar as bolinha, passando a massa de uma colher para outra. Faça bolas pequenas, para garantir que não ficará cru no centro. Derrame, com o auxilio da colher, a bolinha direto no óleo para fritar.


Frite em óleo quente, com cerca de dois dedos de profundidade. Vire os bolinhos para fritar todos os lados por igual. Deixe em papel toalha e finalize passando em uma mistura de açúcar e canela.


Uma dica que recebi de quem me passou a receita: fritar em óleo de algodão. Faz menos sujeira, deixa mais crocante, e o cheiro é mais suave. Antes eu usava só óleo de coco, mas ele queimava muito fácil e ficava cheio de resíduo no fundo. Eu queria testar trocar porque uma das melhores batatas frita que comi na vida era feita no óleo de algodão. Gostei muito da experiência, mas infelizmente não encontrei nenhuma marca que não fosse transgênico.

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo